Hospital Lifecenter | Blog
Serviços Hospitalares
  • Consultas e exames
  • Pronto Atendimento
  • Cirurgias e Procedimentos
  • Diagnóstico e tratamento de lesões intra cranianas
  • Embolização de tumores benignos e malignos e mal formações vasculares
  • Laboratório de Hemodinâmica
  • Terapia Intensiva
  • Internação Hospitalar
  • Especialidades Médicas
  • Anestesiologia
  • Arritmologia cardíaca
  • Cardiologia clinica
  • Cardiologia Intervencionista
  • Cirurgia bariátrica
  • Cirurgia buco-maxilo-facial
  • Cirurgia cardiovascular
  • Cirurgia coloproctologica
  • Cirurgia de cabeça e pescoço
  • Cirurgia de coluna
  • Cirurgia de joelho
  • Cirurgia de mão
  • Cirurgia de quadril
  • Cirurgia endovascular
  • Cirurgia geral e digestiva
  • Cirurgia ginecológica
  • Cirurgia hepato-bileo-pancreatica
  • Cirurgia otorrinolaringológica
  • Cirurgia plástica estética e reparadora
  • Cirurgia torácica
  • Cirurgia urológica
  • Cirurgia vascular
  • Clínica médica
  • Coloproctologia
  • Eletrofisiologia cardíaca
  • Endocrinologia
  • Gastroenterologia e Nutrologia
  • Ginecologia
  • Hematologia
  • Hemodinâmica
  • Hepatologia
  • Infectologia
  • Medicina de urgência
  • Medicina Interna
  • Nefrologia
  • Neurocirurgia
  • Neurologia
  • Neurorradiologia
  • Oncologia
  • Ortopedia e traumatologia
  • Ortopedia Oncológica
  • Otorrinolaringologia
  • Reumatologia
  • Terapia intensiva de adultos
  • Urologia
  • Especialidades Multiprofissionais
  • Enfermagem
  • Fisioterapia
  • Fonoaudiologia
  • Nutrição e dietética
  • Psicologia Clínica Hospitalar
  • Blog

    Plano de Educação dos Pacientes e Familiares: conheça o trabalho do Hospital Lifecenter


    Postado em 14/11/2019



    Lidar com uma enfermidade e uma internação produz mudanças severas na rotina e altera a dinâmica e o humor de toda a família. É uma situação muito desgastante, física e emocionalmente, e a atenção para o comportamento de pacientes e familiares se torna parte do processo de tratamento.


    Sempre em busca das melhores práticas hospitalares, o Hospital Lifecenter criou o Plano de Educação dos Pacientes e Familiares, uma ferramenta que permite a avaliação das necessidades educacionais propiciando uma orientação adequada, efetiva e direcionada das demandas necessárias para a extensão dos cuidados de forma segura aos pacientes. Continue a leitura e entenda!


    Informação assimilada de forma correta


    Para o Hospital Lifecenter, a educação do paciente e da família ajuda na melhor compreensão e participação em seu tratamento e também na tomada de decisões de cuidado apoiadas no conhecimento efetivo da situação. “As informações passadas pelas equipes médicas e multidisciplinares devem ser transmitidas de forma que a pessoa entenda. Assim, garantimos a qualidade da assistência e minimizamos o risco do paciente ter um evento inesperado que o faça retornar ao hospital’, explica Priscila Libânio, gerente do Núcleo Multidisciplinar do Hospital Lifecenter.


    Ela dá um exemplo: “Se após a alta o paciente precisar aplicar em si um medicamento, é de extrema importância que ele seja treinado de forma correta como fazer essa aplicação. Neste caso, o ideal é que paciente e familiares recebam um treinamento específico da equipe de Farmácia Clínica”, destaca.


    Avaliação da família e do paciente


    A partir do momento da internação, o paciente e seus familiares começam a ser observados pelas equipes do Hospital Lifecenter. Por meio do protocolo do Plano de Educação de Pacientes e Familiares, cada equipe faz a sua avaliação observando vários aspectos, dentre eles, o tipo de educação e nível intelectual e se possuem barreiras visuais, auditivas, culturais e até mesmo emocionais.


    A partir dessa avaliação, as equipes adequam a capacitação de forma individualizada para que as informações passadas sejam receptivas e aplicáveis, garantindo a segurança e eficiência da informação, de forma que contribua para a alta ou desospitalização segura.


    Empatia para o resultado


    Implantar um processo de educação que contribua para segurança e que coloque o paciente no centro do cuidado vai ao encontro dos valores do hospital, principalmente no que diz respeito à empatia, que é colocar-se no lugar do outro e entender as suas necessidades e sentimentos.


    “É preciso saber reconhecer as necessidades de orientação e garantir a comunicação de forma efetiva pelas equipes multidisciplinares do hospital. Somente a partir do conhecimento de cada agente envolvido é que saberemos a melhor forma de passar informações, seja por meio de uma conversa, uma cartilha, ou até mesmo de um treinamento prático”, finaliza Priscila.


    Gostou do artigo? Compartilhe com os seus amigos e familiares nas redes sociais. Todo hospital deve permitir ao paciente realizar escolhas conscientes sobre o gerenciamento de sua condição.


    Este post possui 0 comentários.

    Deixe um Comentário